JOSÉ MATTOSO nasceu em Leiria, a 22 de Janeiro de 1933. Professor catedrático jubilado, doutorou-se em História Medieval pela Universidade de Lovaina (Bélgica), em 1966, quando era monge beneditino do Mosteiro de Singeverga, onde permaneceu até 1969. Pediu a redução ao estado laical em 1970, iniciando então uma carreira universitária.

Leccionou na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, entre 1971 e 1977, e, daí até 1990, na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, Universidade de que foi também vice-reitor (1991-95). Foi presidente do Instituto Português de Arquivos, entre 1988 e 1990, e, entre 1996 e 1998, director do Instituto de Arquivos Nacionais / Torre do Tombo. É, desde Maio de 2010, Presidente do Conselho Científico das Ciências Sociais e Humanidades da Fundação para a Ciência e a Tecnologia.